Paixão e história de um jogo de azar

Jogos de azar ou de brincadeira, como poderíamos conhecê-los desde tempos imemoriais, nos colocaram em lugares desconhecidos e em novos mundos a serem descobertos, a história nos diz que esses tipos de atividades começaram há muito tempo e como eles eram usados ​​para ganhar algo em particular Eles também tinham restrições e entidades ou organizações que os controlavam.

Vamos fazer um tour por este mundo maravilhoso e aprender um pouco sobre suas origens, seus costumes e quão pouco a pouco foram transferidos de geração em geração até chegar aos dias atuais, como os conhecemos e os usamos para gerar entretenimento e diversão.

Um resumo e uma história clara para os interesses dos leitores e usuários regulares de plataformas digitais, um importante ponto de partida para gerar estratégias de jogo, saber como operá-las, os deveres e direitos que temos como jogadores ativos e por que e para Quais são as organizações reguladoras de jogos de azar no mundo?

Lembremos que estamos falando especificamente de uma atividade recreativa e que podemos voltar ao fato de que essa necessidade de brincar e se comprometer com a competição nasce na infância, além de ser um estado de recreação e direção da nossa vida motora, colocando um exemplo, levado para jogos de cassino on-line, é uma maneira de manter e trabalhar nossa parte intelectual.

Antes de Cristo?

Tempos ancestrais que lembram o fato da criação e as atividades dos filósofos mais representativos da história que, desde então, já tinham opiniões contraditórias, não apenas em relação a como ou por que estamos no mundo, mas também como o acaso estava presente em nossas vidas e talvez sem perceber.

Assim como para grandes pensadores como Thales de Miletus, a essência do cosmos era a água e para Heráclito era o fogo, para outros filósofos como Pitágoras tudo se resumia em números, no entanto, para Demócrito, a essência do ser humano e das coisas era governada por acaso, junto com a necessidade, um fato que se tornou a base de sua filosofia. Outros, como Aristóteles, alegaram que os jogadores eram ladrões e avarentos, levaram ao campo da desqualificação e críticas ao povo grego, conhecido por sua grande predileção pelo jogo.

Coincidência ou manipulação

Muitos dos eventos que marcaram a história como a conhecemos estão representados em dados quase retirados de contos de fadas, mas que, segundo os livros, eram uma realidade inegável e que pertencem ao fato de envolver a vida cotidiana com tudo relacionado ao jogo competição, chance e desejo de demonstrar quem era melhor que os outros e demonstrar seu poder impondo suas leis e estatutos, talvez para sua própria conveniência, nem sempre pensando nas pessoas, que no final foram as que participaram ativamente do jogo .

Personagens como Ricardo Corazón de León e Ricardo I antes de partirem para as Cruzadas deixaram por escrito um regulamento que indicava o valor máximo que seus soldados podiam apostar, dependendo da posição militar que possuíam e da importância de cada um no batalhão. Assim como Carlos Magno, quando ele suprimiu o amor pelo jogo, independentemente do conceito moderno que os cônsules romanos tinham que lidaram com a questão das apostas de uma maneira mais adequada às suas funções, pagando impostos àqueles que lidavam com as apostas.

Pascual é conhecido como o criador de La Ruleta, um dos jogos mais populares da atualidade e que se tornou um marco na história dos jogos de cassino, na companhia de um gênio matemático que levou à publicação do livro História de roleta. A partir desse momento, personagens conhecidos por sua participação ativa nos cassinos, como criadores ou precursores do acaso, começam a surgir.

Especificamente nos referimos a François Blanc, fundador de cassinos de luxo em cidades alemãs como Luxemburgo e Baden-Baden, esse personagem não foi muito apreciado pelos grandes líderes da época, já que ele era considerado uma má influência e alguém que causou a morte de pessoas que perderam grandes fortunas jogando e no final decidiram seguir o caminho do suicídio.

Seu sucessor no campo de jogos e cassinos foi seu filho Camille, conhecido como Tahúr, que tinha uma frase muito particular e gerava suspeitas entre seus detratores. Em francês, é chamado de “noir ou rouge, C’est toutjours le”. blanc qui gagne “, que por sua tradução para o espanhol significa” vermelho ou preto, o branco sempre vence “, o que alude adequadamente ao seu sobrenome. Outra das frases memoráveis ​​de Blanc foi “cara de pôquer”, que aludia ao fato de “dinheiro que vai voltar é emprestado”, depois que um jogador inglês chamado Deville Wells derrotou o cassino de Monte Carlo em um único noite

Restrição ao jogo de azar

Líderes da Espanha, como Carlos I, decretaram e impuseram grandes penalidades àqueles que jogavam dados, tinham um “negócio” por eles, ou que apostariam mais de 10 pesos por dia em jogos de cartas. Ações que continuaram sendo “leis” quanto a Filipe III, no ano de 1596, quando ele ordenou punir os promotores de jogos e apostas, sabendo que, na maioria dos casos, as reuniões para essas práticas eram realizadas nas casas dos governadores, prefeitos e magistrados.

Continuando na esfera da família real e na linhagem dos Felipes, ele transcendeu o terceiro deles que promulgou “o mal do jogo” ainda era difundido nas mais altas classes sociais, e que “alguns ministros vestidos, deveriam dar um exemplo melhor em eles cometem e consentem com suas ações, e corrigem e punem excessos, tendo em suas casas mesas públicas, com todo tipo de pessoas, onde honras e propriedades diurnas e noturnas são perdidas e arriscadas “.

Jogos de azar hoje

É assim que parte da história nos mostra o caminho que o campo do acaso percorreu ao longo dos anos, envolvendo personagens importantes da história e até levando-o ao campo de épicas guerras e batalhas, passando pelos inventores da Roleta, fundadores de cassinos de luxo e líderes de países que eram a favor e contra a competição lúdica que envolve dinheiro.

Talvez não possamos fazer uma comparação direta com o mundo atual das apostas aleatórias, mas isso é uma surpresa, porque não estamos muito longe dessa realidade, tudo bem, agora, falando do ano 2020, nos encontramos infinidade de formas e propostas de jogos, tanto em cassinos físicos quanto em cassinos on-line, mas se pararmos para pensar e analisar ponto a ponto, poderemos perceber que agora existem regulamentos, dependendo do país em questão, que impedem as pessoas jogos de azar ou apostas, outros territórios onde existem limitações de jogos e a entrada de grandes organizações de plataformas digitais são regidas por leis que eles devem cumprir.

Além disso, muitas empresas de entretenimento recreativo devem pagar impostos para operar, esta parte é adequada e, em certa medida, concordamos, mas elas também devem ser claras e explicar em detalhes para onde vão essas quantias, em que são investidas e se realmente o mercado de chances está gerando evolução para um “povo” ou não.

É neste ponto da história que as entidades reguladoras do jogo assumem relevância e entram no mundo do acaso, porque graças a elas, alguns de nós já as ouviram o nome ou as viram em plataformas de cassino on-line, como a Gaming Authority of Malta ou a Comissão de Jogos do Reino Unido é que estamos protegidos contra qualquer irregularidade ou fraude que possa surgir na rede.

Focamos especificamente nos termos de segurança e legalidade ao entrar em uma plataforma de cassino on-line, como através dessas e de outras empresas reguladoras estamos confiantes de que nossos dados pessoais e bancários serão anônimos e não estarão vagando pela nuvem da internet para ser usado ilegalmente. É por isso que devemos nos concentrar apenas em cassinos on-line que tenham o princípio da legalidade e responsabilidade do jogo.

Esse tipo de informação foi de grande importância e servirá para determinar um modelo regulatório que permita o desenvolvimento gratuito de jogos de azar, cassinos on-line e todo tipo de jogo em todo o território, estamos falando em todo o mundo, que em todos os canto do planeta, alguém pode aproveitar essas plataformas sem se preocupar com o fato de estar fazendo ilegalmente. No final, o desafio é agradar e satisfazer as necessidades da sociedade.

Para concluir, lembremos que, assim como temos direitos contra o jogo, também devemos estar atentos para cumprir os deveres como jogadores, ser responsáveis ​​por um fenômeno social criado para entretenimento e diversão, com um ingrediente especial que é dinheiro, mas que, no final, faz parte de um estilo de vida que, se você souber dirigir e seguir o caminho certo, resultará em um grande vencedor.

Gostou desse artigo? compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on whatsapp
Whatsapp