Os cassinos mais antigos do mundo

Hoje nós vamos viajar, porque muito antes dos cassinos chegarem ao mundo virtual eles já existiam. Alguns deles estão aí há séculos e conhecer esses templos da jogatina, além de serem importantes peças culturais, com certeza vão te deixar com ainda mais vontade de mergulhar no mundo das apostas. Vamos conhecer os cassinos mais antigos do mundo?

Cassino de Veneza, Itália (1638)

Cassino di Venezia

Atualmente o cassino mais antigo ainda em funcionamento é o Casinò di Venezia. É impossível falar sobre esse cassino sem citar sua incrível história. O Casinò di Venezia fica localizado na cidade italiana de Veneza. Com bela vista para o Grande Canal, o prédio foi construído em 1509 para servir de casa para nobres italianos. Mais de cem anos depois, em 1638 abriu as portas ao público como um belíssimo cassino.             

O prédio em estilo renascentista, abriga uma imensa coleção de obras de arte além de ter parte de seu teto pintado por Mattia Bortoloni, um dos principais artistas da Itália. Em suas paredes se encontram pinturas, candelabros e diversos outros objetos da cultura italiana.

Junto com o cassino funciona o Museu Wagner, que abriga um grande acervo sobre o compositor alemão Richard Wagner, com cartas assinadas, composições entre outros objetos. A homenagem se deu por Wagner ser assíduo frequentador do cassino e por ter passado seus últimos minutos de vida dentro do prédio. No dia 13 de fevereiro de 1883 ele sofreu um ataque cardíaco, enquanto jogava em uma das mesas do imponente cassino. Richard Wagner faleceu dentro do cassino.

Atualmente o grande Cassino de Veneza oferece aos seus visitantes jogos tradicionais italianos e europeus como roleta, Chemin de Fer, Trente et Quarante e, é claro, clássicos como o poker. Mas engana-se quem pensa que o cassino parou no tempo, lá também é possível encontrar mais de 600 máquinas caça-níqueis.  

Cassino de Spa, Bélgica (1763)

O cassino de Spa foi construído na pequena cidade homônima, com a intenção de agradar aos nobres europeus, que se dirigiam à cidade para visitar suas famosas fontes de águas termais. A região já era conhecida por seu atrativo turístico desde o Império Romano, quando era chamada de Aquae Spadanae.

A cidade, até hoje, recebe muitos turistas atraídos pelas águas termais, pelo cassino e pelo autódromo de Spa-Framcorchamps.

Este cassino é o segundo mais antigo do mundo ainda em funcionamento. Infelizmente, no início do século XX um incêndio atingiu o prédio, o que obrigou os proprietários a remodelarem toda a sua fachada. Outra atração que o cassino reserva é um restaurante em seu último andar, com belíssima vista panorâmica, além de pratos da culinária belga.

Em seus salões podemos encontrar verdadeiras relíquias, como duas roletas francesas e jogos de mesa como BlackJack e pôquer, algumas versões desses dois jogos foram criadas aqui. Além disso o cassino conta com máquinas caça-níqueis e máquinas para poker virtual.

Cassino Kurhaus em Baden-Baden, Alemanha (1834)

Cassino Kurhaus, Alemanha

Esse cassino é considerado por muitos o mais belo cassino do mundo. Projetado por Friedrich Weinbrenner foi feito em estilo neo-clássico. O cassino ganhou ainda mais fama quando os franceses proibiram os jogos de azar, fechando diversos cassinos do país. Os turistas que antes se dirigiam a França passaram a ir para essa pequena cidade, muito próxima da fronteira.

A cidade de Baden-Baden também é conhecida por sua cerveja. Com o passar do tempo o cassino foi fechado diversas vezes, acometido por problemas externos, como a proibição do jogo na Alemanha e as duas grandes guerras. Porém no século XX foi sede de grandes eventos como o campeonato mundial de xadrez e a sede da reunião que definiu as cidades de Seul e de Calgary como responsáveis por sediar os jogos Olímpicos de verão e inverno, respectivamente.

Além do cassino, é possível visitar espaços culturais, restaurantes e um resort.

As mesas de jogos presentes no local são mais tradicionais, poucas máquinas caça-níqueis estão alocadas no espaço, mas os atores principais são as roletas (com os maiores stakes da Alemanha), as mesas de poker e os demais jogos de carta.

Cassino de Monte Carlo, Mônaco (1856)

Cassino de Monte Carlo, Mônaco

Se existe um lugar no mundo que exala luxo esse lugar é Monte Carlo, no principado de Mônaco, seus belíssimos prédios e sua localização privilegiada atraem pessoas do mundo inteiro, muitos milionários residem em suas ruas. Um de seus destaques é o circuito de rua que serve de pista para o tradicional GP de Fórmula 1.

E é claro, que sua paisagem não estaria completa se não fosse o Cassino de Monte Carlo. Sua história é curiosa já que foi concebido pela Princesa Caroline como principal peça de um ambicioso plano de recuperação da família real, na época muitas cidades haviam se emancipado de Mônaco e não pagavam mais impostos para a família, com isso o dinheiro acabou e Mônaco dava largos passos em direção a falência.

Mas, a história mudou, o jogo virou e a ideia de Carolina salvou seu país. Até hoje o Cassino de Monte Carlo é um dos principais cassinos do mundo. Luxuosíssimo por dentro e por fora, é frequentado por vários famosos. Uma de suas maiores curiosidades é que ele é exclusivo para estrangeiros. Monegascos são proibidos de entrar. Além do cassino, o espaço é um imenso complexo cultural, onde está o Balé de Monte Carlo, o principal teatro da cidade e uma sala de ópera.

Outra curiosidade legal para tomarmos nota é a de que o espaço já foi cenário para diversos filmes, incluindo alguns do personagem James Bond.

Os jogos que os ilustres visitantes encontram em seus salões são as roletas inglesa e europeia além de jogos de cartas tradicionais como o Trente-et-Quarante e o blackjack. Além de mesas virtuais e reais de poker e as onipresentes máquinas caça-níqueis.

Cassino Golden Gate, Estados Unidos (1906)

Este cassino é um clássico. Mais do que isso: um ícone. Antes mesmo de Las Vegas ser o paraíso dos cassinos, o Golden Gate já estava lá! Considerado o primeiro cassino dos Estados Unidos, o Golden Gate foi fundado em 1906 e chegou a ser fechado por conta do decreto que proibia jogos de azar no estado de Nevada.

Idealizado por John F. Miller, o local já foi reformado inúmeras vezes até chegar ao que é hoje. A última grande reforma aconteceu na década de 50 quando o cassino ganhou ambientação baseada na cidade de São Francisco dos anos 30.

Além do cassino, hoje um luxuoso hotel funciona no mesmo endereço. Para os apostadores, o espaço disponibiliza jogos clássicos como a roleta e o pôquer, além das mais modernas máquinas caça-níqueis. Em 2010, o cassino foi palco da maior aposta da história da roleta em Las Vegas, quando quatro jovens apostaram 250 mil dólares no preto.

Se tudo que acontece em Las Vegas fica em Las Vegas, o Golden Gate pode ser o grande culpado por isso. Hoje ele está ao lado de outras centenas de cassinos, mas tem o direito de dizer que foi o primeiro! E por muito tempo, o único.

Menção Honrosa: Cassino de Campione, Itália (1917)

Cassino di Campione, Itália

A história deste cassino é digna de filme. Criado em 1917 durante a primeira guerra mundial, o cassino servia de fachada para que diplomatas estrangeiros levantassem informações sobre a Itália de Vittorio Emmanuele III.

Fechado após o fim da guerra, voltou a funcionar em 1933. Logo passou a ser a principal fonte de renda da cidade de Campione d’talia.

Infelizmente com a crise financeira que a Europa enfrentou nos últimos anos o Cassino di Campione fechou suas portas em 2019, deixando suas belas e tradicionais roletas, mesas de pôquer e blackjack esquecidas. Uma parte da história também fica esquecida em cima de suas mesas.

Esses são os cinco cassinos mais antigos, ainda em funcionamento, do mundo. O Cassino Di Campione seria o sexto, se não tivesse fechado suas portas ano passado. Esses também são os únicos cassinos com mais de 100 anos que se mantém em atividade. Quem assumiu o posto de sexto cassino mais antigo foi o Flamingo Cassino, nos Estados Unidos, mas esse cassino foi fundado apenas em 1946, bem mais recentemente do que os outros desta lista.

Podemos notar como a supremacia europeia nos séculos passados ainda preserva frutos. Quatro dos cinco cassinos estão no Velho Mundo. Cada um em um país, todos decorados e circundados por obras de arte e ícones das culturas locais. Itália, Bélgica, Alemanha e Mônaco. Lugares que são sinônimos de bom gosto e de luxo. Os cassinos são atraídos por lugares assim, ou será o contrário?

Um brinde para a história. Um brinde para cada apostador que já se sentou nesses bancos tão importantes. Em tempos de internet e cassinos on-line, é ainda mais bonito ver a força dessas casas, que, de uma forma ou de outra, reinventam o mundo das apostas o tempo todo. Se hoje podemos jogar pôquer pelo celular, muito se deve a esses locais que preservaram séculos de história. Mais bonito ainda é saber que algumas de suas mesas e roletas estão na Terra a mais tempo do que qualquer um de nós e seguirão lá depois que todos nós tivermos partido.

Gostou desse artigo? compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on whatsapp
Whatsapp